A- A A+

Telefone: (33) 3378 7000 | (33) 3378 7080 | (33) 98838 7227 | E-mail: contato@luisburgo.mg.gov.br

   

Segunda, 25 Março 2013 20:48

Livro Ferrovia de Adirson Teles

Escritor Adirson Teles:

UM SONHO, UM PROPÓSITO, UM REGISTRO.

 

Escrever, expressar numa folha de papel o que se imagina, numa sequência que se pensa ser lógica não uma é tarefa considerada das mais fáceis, e o simples fato de redigir uma redação, pode se tornar um bicho de sete cabeças para muitos.

Para Adirson Teles, escrever é um compromisso com uma época, com um local e com uma tradição. O desejo de registrar em livros, em forma de histórias de ficção, os cenários, a cultura e a tradição Luisbuguense, é latente em sua literatura. Autor de romances e contos, Adirson Teles nasceu nesta pequena cidade. Luisburgo é responsável por muitos cenários e até mesmo fatos narrados pelo autor, que traz em sua literatura registros de uma época que muitos já não recordam.

Luisburgo! Uma cidade emancipada, autônoma! Quem imaginava que pudesse se tornar real um sonho de muitos, resultado da luta de luisburguenses comprometidos com o futuro deste povo.

Luisburgo já não é um arraial e há muito deixou de ser distrito, mas a cada dia se impõe como um próspero município.

A cidade de Luisburgo não foi inventada, mas construída, desbravada, descoberta por representantes de outros povos, outras nações, outras culturas. Aqueles que um dia pisaram o solo luisburguense e dele não mais saiu.

Luisburgo, terra de muitas histórias, fatos ornamentados pelo cenário composto por um casario imponente, concentrado na rua principal, que já não é chamada de Largo do Herdino. As montanhas e morros que circundam Luisburgo dão a sensação de estar protegido, escondido, guardado, e a cidade preservada para alguma posteridade.

Luisburgo! Terra do café, da cultura, da história contada por seu povo e preservada na memória de muitos.

Adirson Teles tem por sua terra natal orgulho e gratidão por fornecer tantas razões para transformar o que via e ouvia em romances com tramas bem entrelaçadas, bem construídas, como Maré de Vento, seu primeiro livro, lançado em 1999, seguido por Pecados e Segredos Após a Meia-Noite, Uma Vida Entre Nós e, seu último livro, Ferrovia, lançado em março de 2013.

E, por meio da literatura tímida e ainda incipiente do escritor luisburguense, muitos perceberam a cidade de Luisburgo que, mesmo escondida no vale, abraçada por montanhas e morros do interior mineiro, se tornou conhecida nos meios de divulgação da literatura de Adirson Teles.

Os cenários mineiros e as paisagens de Luisburgo são retratados pelo autor de maneira especial, sem se esquecer dos morros cobertos por extensas lavouras de café, os casarões e os terreiros que compõem os romances de Adirson Teles, por onde transitam as personagens com um vocabulário que remete aos tempos da simplicidade e da ausência de pressa.

Segundo Adirson Teles, Luisburgo não saiu de sua essência, mesmo tendo deixado sua terra natal há vários anos. Há muito a explorar, conhecer, imaginar, criar, pensar e por no papel, em forma de romances e histórias inventadas ou inspiradas em algum fato supostamente ocorrido, diz o autor.

Entretanto, Luisburgo continuará a inspirar e fornecer os cenários para que o autor caminhe em sua literatura e faça suas personagens transitarem de um canto a outro desta cidade, que tanto encanta e tanto tem a oferecer a quem deseja ser acolhido por ela.

Tornar-se escritor era um sonho, criar histórias que fizessem perpetuar a memória de Luisburgo, é um propósito, trazer a público o que se criou é uma maneira do autor fazer um registo de sua origem e das belezas que somente em sua terra natal é possível encontrar.

Luisburgo se revela, então, no berço da literatura de Adirson Teles, no quintal onde ela cresceu e no caminho por onde ela seguiu e ganhou longínquas localidades. Assim, Luisburgo deixa de ser a terra do café para ser, também, a terra da boa literatura mineira e onde é possível encontrar não somente um bom cafezinho, mas um dedinho de prosa, que rende e até se torna livro.

Biografia literária:

Adirson Teles, graduou-se em Pedagogia, pela UEMG, Pós-Graduado em Gestão Ambiental, é autor dos romances Maré de Vento, publicado em 1999, pela Editora Writers, Pecados e Segredos Após a Meia-Noite, publicado em 2010, pela Editora Literato, Uma Vida Entre Nós, publicado em 2011, pela Editora Deescrubra, e Ferrovia, publicado em 2013, pela Editora Literato. O autor participou, ainda, do Concurso de Contos, promovido pela Faculdade de Educação, da Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG, sendo selecionados e publicados no Caderno de Educação os contos O Circo Chegou – 2006, O Menino do Sinal – 2006, A Menina dos Meus Olhos – 2007, A Lista de Miroveu – 2007, Nhaninha – 2008 e; Belico, uma ou nenhuma – 2008.

 

LANÇAMENTO DO LIVRO FERROVIA – 09/03/2013