A- A A+

Telefone: (33) 3378 7000 | (33) 3378 7080 | (33) 98838 7227 | E-mail: contato@luisburgo.mg.gov.br

   

Terça, 19 Março 2013 08:25

Luisburgo no Projeto Café das Matas de Minas

Repleto de montanhas cobertas por cafezais, Luisburgo será o próximo município a aderir ao Projeto Café das Matas de Minas, que congrega outras seis cidades da região. Em recente solenidade realizada na EM Manoel Francisco (ao lado da Câmara de Vereadores), a Prefeitura reuniu-se com representantes do SEBRAE-MG e do SICOOB para manifestar esta intenção. A Mesa Diretora foi composta pelo Prefeito José Carlos Pereira, Vice-prefeito Geraldo Rhodes; Vice-pres. da Câmara Lourival Rodrigues Rosa; Pres. do Sicoob, Nayme José de Sales; Gerente agência Sicoob Luisburgo, Fábio Ventura Araújo; Analista Técnica do SEBRAE-MG, Ereni Dolores Emerick Constantino, e da Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Luisburgo, Silvana Damasceno. Também estiveram presentes a este encontro, os Vereadores Eduardo de Freitas (1º Sec. da Câmara) e Adriana Garcia e Maria de Fátima; Diretores do Sicoob, Sebastião de Lourdes Lopes (Administrativo) e Vinícius Magalhães Dutra (Financeiro), além da Supervisora de Planejamento do Sicoob e Membro da Comissão Técnica do Projeto Café das Matas de Minas, Isis de Castro Amaral Faria. O Professor de Música do CRAS, Rogério Nonato, tocou o Hino Nacional Brasileiro e procedeu a oração para o início das atividades.

Durante a reunião, a Analista Técnica do SEBRAE-MG, Ereni Dolores Constantino Emerick, explanou sobre o funcionamento do projeto e os benefícios oferecidos aos produtores das cidades participantes, a partir de quatro pilares considerados fundamentais para o êxito na cafeicultura: a qualidade, a governança – com a criação de uma entidade, no caso, o Conselho das Entidades do Café das Matas de Minas-, o mercado e a identidade regional – que é criar uma marca para o café da região. “O Prefeito nos convidou para vir aqui e apresentar o Projeto Café das Matas de Minas. É um projeto arrojado. Agora firmamos parceria com Luisburgo, graças ao apoio do Prefeito José Carlos que estará conosco neste projeto. [...] Nossa proposta é desenvolver a região, porque a base econômica nossa é a cafeicultura”, afirmou Ereni.

Ereni adiantou ainda sobre a fundação do Conselho das Entidades do Café das Matas de Minas. “Atualmente, existe uma comissão formada, e, agora, aguardamos a formalização de todo o processo interno, que é a documentação para que possamos fazer o lançamento desta entidade. Isso está sendo possível com a parceria de todos os envolvidos, o apoio de nossos parceiros. É um projeto que leva o nome da região em âmbito estadual e nacional, e possivelmente, até internacional. [...] A região é recortada por pequenos e médios produtores. Como estamos trabalhando em um projeto de iniciativa, de reforço de competitividade, estamos atuando junto aos parceiros, que são as cooperativas, associações e sindicatos. Aqueles produtores que quiserem participar das ações do projeto, poderão fazê-lo, desde que estejam vinculados a alguma entidade”, destacou a analista do SEBRAE.

O Vice-presidente da Câmara, Lourival Rodrigues Rosa, considera positiva esta iniciativa tomada pela Prefeitura. “Vemos este projeto com muita esperança, porque a moeda que realmente gira em nossa região é o café. [...] Acredito que a Câmara será parceria desta iniciativa, porque entendemos que esta união e parceria sejam o caminho certo”, mencionou Lourival.

O Vice-prefeito Geraldo Rhodes (Geraldo do Banco) ressaltou que a proposta da prefeitura é possibilitar uma melhor valorização do café produzido no local. “O Sicoob e o SEBRAE estão de parabéns por esta iniciativa, que, a partir da agora, a Prefeitura de Luisburgo também faz parte. Nossa região vive de café, então, temos realmente que incentivar aos produtores a desenvolverem uma boa qualidade do grão. [...] Sou produtor de café, sei das dificuldades que os cafeicultores enfrentam no dia-a-dia, então se melhorarmos a qualidade, conseguiremos melhores preços de venda e a comercialização no exterior”, frisou Geraldo Rhodes.

Acompanhado da primeira dama, Izabel Pereira, o Prefeito José Carlos comentou sobre esta atenção do município com o projeto. “Era um desejo nosso fazer parte deste projeto. Sabemos que isto trará benefícios para os produtores rurais. Como Prefeito, quero me dedicar, e, com o apoio da Câmara de Vereadores e do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, lutar pela obtenção de bons resultados para os produtores, porque sabemos que a cafeicultura oferece trabalho e renda para todo o município”, afirmou o Prefeito.

A Supervisora de Planejamento do Sicoob e Membro da Comissão Técnica do Projeto Café das Matas de Minas, Isis de Castro Amaral Faria, relatou sua satisfação com o ingresso de Luisburgo neste projeto. “Estou no projeto por intermédio do SICOOB. Sou natural de Luisburgo, e, quando entrei neste projeto, percebi que Luisburgo não era um município que o projeto abrangia. Ao observar as potencialidades do município, abracei esta causa, com a convicção de que precisaríamos participar. Imediatamente, procurei o Prefeito José Carlos que prontamente se interessou, abrindo as portas da Prefeitura, para que Luisburgo seja representado nesta importante iniciativa”, pontuou Isis.

O Diretor Presidente do Sicoob, Nayme José de Sales, fez seu pronunciamento, ressaltando questões relacionadas ao preço do café no mercado nacional e internacional. “Sabemos que o produtor rural passa por uma crise, em razão do baixo preço do café. Mas, a situação se normalizará, em breve. [...] Creio que teremos muito sucesso neste projeto, se Deus quiser. [...] O SICOOB se faz presente. Nós somos dezessete unidades, em doze cidades e cinco distritos. Então, é abrangente a nossa participação na região, e, com isto, vamos conseguir difundir muito este projeto”, mencionou Nayme.

 

(Thomaz Júnior)

Legendas:

(LuisbProjCafe 1.jpg)O Prefeito José Carlos Pereira comentou sobre a importância da cafeicultura para a economia do município e a iniciativa de incluir Luisburgo no Projeto Café das Matas de Minas.

(LuisbProjCafe 2.jpg)A Analista Técnica do Sebrae, Ereni Emerick, explicou o projeto aos presentes. (LuisbProjCafe 4.jpg)Autoridades, representantes de diversos segmentos e cafeicultores participaram da reunião.